A última legislatura com quinze cadeiras

Por Wagner Azevedo

A mais conturbada legislatura de toda a história do Legislativo foi a 13ª, iniciada em 2001, marcada também por ter sido a última com uma composição de 15 cadeiras. A animosidade política entre a presidência da Câmara e o prefeito municipal foi a tônica dos três primeiros anos, com direito a abertura de Comissão Processante (CP), que pedia a cassação do chefe do Executivo. Foram tempos difíceis não só para os políticos envolvidos, mas principalmente para a cidade, que não conseguiu avançar em seu desenvolvimento.

Na Câmara, por conta desse embate, chegou-se até mesmo a afastar os vereadores que eram considerados aliados do prefeito.

Outro ponto que merece registro foi a eleição do presidente Karim Moussa, que aproveitando-se de um dispositivo no texto, antecipou sua eleição em seis meses, para assumir somente no ano seguinte.

Também foi a legislatura que registrou o maior número de suplentes na condição de titulares: foram oito no total.

A disputa eleitoral para compor a Câmara foi a mais acirrada da história política de Mairiporã: dez dos eleitos obtiveram entre 400 e 474 votos, enquanto os outros cinco entre 329 e 384. Nunca as diferenças foram tão pequenas, o que valeu também para os suplentes.

As bancadas ficaram assim constituídas: PFL (2), PTB (2), PSD (2), PSDB (2), PPS (2), PMDB (2), PSB (1), PT (1) e PST (1). Foi a primeira e única vez que o PT conseguiu eleger um vereador.

 

Mesa Diretiva

PRESIDENTES:
Adilson Jacob Miziara (2001 a 2002)
Abdul Karim Nagib Moussa (2003 a 2004)

VICE-PRESIDENTES:
Nicola Perez Neto (2001 a 2002)
Julio Ruiz (2003 a 2004)

1º SECRETÁRIOS:
João Ferreira Lopes (2001 a 2002)
Sebastião Soares de Loiola (2003 a 2004)

2º SECRETÁRIOS:
Donato Antonio Mozzelli (2001 a 2002)
João Avelino (2003 a 2004)

 

PREFEITO:
Antonio Jair Oliveira Nascimento

VICE-PREFEITO:
Terezinha de Jesus Campos Wisniewski

Adilson Jacob Miziara

Abdul Karim Nagib Moussa

Todos vereadores eleitos

  • Oswaldo Pisaneschi (PFL)
    474 votos (1,62%)
  • Maria Francisca Boralli (PSB)
    461 votos (1,57%)
  • Abdul Karim N. Moussa (PTB)
    455 votos (1,55%)
  • João Ferreira Lopes (PSD)
    449 votos (1,53%)
  • Oswaldo Loureiro Filho (PT)
    431 votos (1,47%)
  • Antônio S. Neto (PMDB)
    425 votos (1,45%)
  • Sebastião Soares Loiolla (PST)
    422 votos (1,44%)
  • Donato A. Mozzelli (PMDB)
    420 votos (1,43%)
  • Ana Maria G. Tellian (PSD)
    416 votos (1,42%)
  • Mário Romeiro (PSDB)
    400 votos (1,37%)
  • Nicola Peres Neto (PTB)
    384 votos (1,31%)
  • João Avelino (PSDB)
    371 votos (1,27%)
  • Carlos Augusto Forti (PPS)
    357 votos (1,22%)
  • Adilson Jacob Miziara (PFL)
    341 votos (1,16%)
  • Glauco T. S. Costa (PPS)
    329 votos (1,12%)

 

  • Francisco de Assis Alves de Souza
    (suplente)
  • Jefferson Luiz da Silva
    (suplente)
  • João Rodrigues da Cunha
    (suplente)
  • José Correia da Silva Neto
    (suplente)
  • José Damião de Oliveira
    (suplente)
  • Júlio Ruiz
    (suplente)
  • Lúcia Mella Naf
    (suplente)
  • Luiz de Freitas
    (suplente)